Submarino Promoções

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

MASSA AO MOLHO DE ALHO E TOMATES SWEET GRAPE


Ingredientes:
QB de espaguete cozido al dente
180g de tomates Sweet Grape
1 cebola
6 dentes de alho
2 raminhos de manjericão
4 colheres (sopa) de azeite de oliva extra virgem
¼ xícara de queijo parmesão ralado
QB de sal e pimenta




Modo de Preparo:
Coloque o azeite de oliva em uma panela em fogo médio-alto, já quente. Adicione a cebola picada e refogue por 1 ou 2 minutos. Adicione o alho e refogue também. Adicione as metades de tomate e refogue alguns minutos, até amolecer e o suco começar a fluir. Adicione o manjericão e mexa. Deixe cozinhar alguns minutos para deixar o molho engrossar um pouco. Adicione o queijo e mexa, cozinhando por mais alguns minutos. Adicione o macarrão cozido na panela e mexa para misturar. Sirva com mais queijo e manjericão. Bom apetite!


domingo, 7 de fevereiro de 2016

O QUE COMER PARA APROVEITAR BEM O CARNAVAL

Por iG São Paulo

Veja os alimentos que podem dar energia e até melhorar a ressaca e quais evitar para não prejudicar a folia
Para não perder o pique e manter a saúde em dia, o iG Saúde conversou com nutricionistas para saber em quais alimentos o folião deve apostar (sinal verde), quais deve deixar de fora (sinal vermelho) e quais merecem atenção (sinal amarelo) nessa maratona de quatro dias intensos de comemoração. Os especialistas também dão dicas para garantir a animação em todo o período. Bom Carnaval!

Sinal verde

                                          Getty Images

- Alimentos ricos em carboidratos como cereais, grãos e massas, mas dê preferência aos integrais. Eles ajudarão a manter a energia do corpo. “Os foliões tem um gasto energético elevado, portanto é importante não deixar de repor essa energia. Os alimentos ricos em carboidratos fornecerão a energia para curtir todos os dias, dando maior sensação de saciedade”, explica a Gerente de Nutrição do Hospital do Coração (HCor), Rosana Perim.

- Manga, mamão, pêssego, caqui, maçã, banana, uva, abacaxi, maracujá e melão são ricos em potássio e em vitamina C, essenciais para um com trabalho muscular. O grupo também ajuda a desintoxicar o fígado, afastando a ressaca.

- Couve, brócolis, couve-flor, repolho. “São alimentos crucíferos, que auxiliam na desintoxicação do fígado”, afirma Elaine Blaso, nutricionista e professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis/FASE. Portanto, são boas pedidas na luta contra a ressaca.

                                          Thinkstock/Getty Images 
                                                                                                                                                
- Grelhados, assados e ensopados. Troque a fritura por qualquer um desses tipos de cozimento.

- Melancia. Maior parte dessa fruta é água, por isso, vale a pena apostar nesse alimento que, além de garantir energia, também hidrata.

- Sanduíche de pão integral com azeite e peixes em conserva. Esta é a indicação da nutricionista Elaine Blaso para quem quer levar um lanche e não passar fome durante a folia. “O azeite conserva melhor do que a manteiga”, explica.

Sinal amarelo
                                         Divulgação

- Fique atento na hora de consumir frutos do mar. Se não estiverem conservados de maneira correta, podem estragar e provocar uma intoxicação alimentar séria.

- Cuidado com alimentos vendidos na praia. Preste atenção nas condições de higiene e de conservação

- Os energéticos ajudam a manter o fôlego durante a folia, mas podem se tornar uma ameaça à saúde se misturados com álcool.

Sinal vermelho
                                         Thinkstock/Getty Images

- Evite ingerir alimentos gordurosos. Além de prejudicar a digestão, eles provocam sono e podem atrapalhar quem quer aproveitar a festa. “A digestão fica lenta e causa sensação de estufamento e moleza, prejudicando a mobilidade do corpo”, diz Sandra da Silva Maria, nutricionista do Hospital CECMI (Centro Especializado em Cirurgia Minimamente Invasiva).

- Temperos industrializados. O alto teor de sódio presente pode favorecer a retenção de líquidos e aumentar a pressão arterial.

- Cuidado com o sal. Como esse é um período de mais desgaste do corpo e de hidratação mais comprometida, o ideal é reduzir a quantidade de sal na comida.

Líquidos
                                         Thinkstock/Getty Images

- O álcool deve ser consumido com moderação. Para evitar os malefícios da bebida, intercale com refrigerante ou sucos na proporção de dois copos para um. “As bebidas alcoólicas em geral podem desidratar, por isso, o ideal é intercalar com não alcoólicos”, explica a Coordenadora de Promoção à Saúde do HCor, Cyntia Carla da Silva. “Destilados precisam de mais líquidos do que o normal”, alerta Rinaldi.

- Beba de 2 a 3 litros de água por dia. “A própria bebida acaba desidratando o organismo, pois pode agir como diurética”, alerta Daniel Rinaldi, presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN).

- Isotônicos são ótimos para repor sais mineiras de matéria rápida. “Se a pessoa estiver muito desidratada, essa é uma boa indicação”, afirma Daniel Rinaldi. Mas não podem ser indicados a qualquer pessoa: pacientes com insuficiência renal devem evitar essas bebidas.

- Suco de frutas ajudam a refrescar e são repletos de vitaminas. Entretanto, nenhum líquido deve substituir refeições, principalmente se a bebida for ingerida em uma alimentação pré-folia, quando o gasto de energia intenso ainda está por vir. Nessa situação, “o ideal é consumir alimentos cuja liberação de energia seja mais lenta, isto é, que contenha carboidratos de liberação energética mais lenta e contínua”, explica a nutricionista Marcia Gowdak, diretora científica do Departamento de Nutrição da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP).

- Água de coco é um excelente repositor de líquidos e sais minerais, e é uma opção natural.

- Incremente o suco de laranja com couve, que ajuda a desintoxicar o fígado

- Sentir sede é um sinal de que o seu organismo está desidratado. Nessa hora, beba muito líquido.

Se você sabe que irá beber...

- inclua o gengibre na alimentação e bebidas. "Sucos que contenham gengibre também são ótimas opções, pois ele combate a náusea e tem ação anti-inflamatória no sistema digestivo", indica a nutricionista Ana Gonçalves, coordenadora dos cursos de Nutrição e Gastronomia do IBMR.

- "Comer um ovo depois do excesso de consumo de álcool pode também combater os sintomas da ressaca. O ovo possui uma proteína rica em cisteína, que contém glutationa, capaz de auxiliar o organismo a reverter o processo de intoxicação, provocado pela ingestão de álcool. A grande observação é nunca consumir ovo cru, já que ele possui substâncias antinutricionais – Avidina, que não ajudam a eliminar a ressaca", afirma Ana.

- Aposte no atum em lata no azeite de oliva. "O peixe é rico em ômega 3, fonte de vitaminas e minerais, como ferro, magnésio, fósforo, selênio, e vitaminas do complexo B. Além de ser uma fonte de proteína com baixo teor de gordura – que o corpo perde quando tem contato com o álcool. Com azeite de oliva, o atum diminui o ritmo de absorção do álcool pelo organismo", completa a nutricionista.

Dicas dos especialistas:

- “Não deixe de fazer um café da manhã reforçado antes de sair de casa. Aposte em frutas, leite, pão, cereais, queijo ou ovo”, aconselha Elaine Blaso.

- “Para ter maior saciedade e evitar qualquer problema de ordem digestiva, faça refeições fracionadas”, indica a nutricionista.

- Não pule refeições ou fique horas sem comer. "Algumas pessoas, no desejo obcecado pelo corpo perfeito, optam por cardápios restritivos, ingerindo apenas frutas ou só proteínas. Essas atitudes podem causar desequilíbrio do organismo ou problemas ainda mais sérios como sobrecarga renal", diz a nutricionista Sandra da Silva Maria, nutricionista do Hospital CECMI.

- Para os dias de maior desgaste físico, escolha sapatos e roupas leves, preferencialmente de cores claras.

Maiores informações (aqui)




sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

TORTA DE LEITE CONDENSADO


Ingredientes:
- Para o recheio:
1 lata de leite condensado
4 gemas
2 xícaras de leite
2 colheres (sopa) de amido de milho

- Para a farofa:
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de açúcar
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 ovo
½ xícara de manteiga ou margarina






Modo de Preparo:
- Recheio:
Coloque numa panela o leite condensado, as gemas mais o amido de milho, dissolvidos em um pouco do leite e peneirados e o resto do leite. Leve ao fogo até começar a engrossar. Deixe esfriar antes de usar.

- Farofa:
Misture todos os ingredientes até formar uma farofa.
Unte uma forma refratária média (30 x 20cm), com manteiga.
Adicione a metade da farofa e pressione com  a mão.
Acrescente o creme e por cima o resto da farofa.
Leve para assar em forno pre aquecido (180ºC) por 30 minutos.


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

FILÉ DE PORCO À MILANESA (SOBRAS)

Sabe aquele filé que sobrou da ceia de Natal?! 
Transformei num delicioso filé à milanesa!
Hummmm ...  um espetáculo!

Ingredientes:
QB de filé de porco (aqui)
1 ovo
QB de farinha de trigo
1 ovo
QB de água
QB de farinha de rosca
QB de óleo para fritar



Modo de Preparo:
Bata o ovo e a água com um garfo. Reserve.
Coloque  a farinha de trigo numa bacia e a farinha de rosca em outra.
Corte o filé em fatias.
Passe os filés um por um, primeiro na farinha de trigo, depois no ovo  e finalmente, na farinha de rosca, pressionando a farinha de rosca com mão para que que cubra a carne uniformemente.
Coloque os filés na frigideira e frite até ficar dourado, de ambos os lados.


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

SALADA DE LENTILHA COM ATUM


Ingredientes:
1 1/2 xícara de lentilhas deixada de molho por 30 minutos
QB de sal e pimenta-do-reino
4 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 cebola picadinha
1 dente de alho picadinho
1 talo de salsão picado
Suco de meio limão
2 colheres (sopa) de manjericão picado
2 colheres (sopa) de cheiro-verde picado
2 tomates picados (sem sementes)
1 lata de atum sólido em óleo (escorrido)



Modo de Preparo:
Cozinhe a lentilha em 3 xícaras de água até ficar al dente. Escorra  e reserve.
Em uma panela, refogue a cebola e o alho em 2 colheres de azeite. Depois acrescente o salsão e a lentilha já cozida e escorrida, tempere com sal e pimenta do reino e refogue por mais uns minutos.
Retire do fogo e misture o azeite restante (2 colheres), o suco de limão e as ervas. Misture o atum e os tomates minutos antes de servir a salada fria.

Fonte: http://allrecipes.com.br/receita/7526/salada-de-lentilha-com-atum.aspx

sábado, 30 de janeiro de 2016

BOLO ALEMÃO II


Ingredientes:
5 claras
5 gemas
200g de açúcar
250g de manteiga
250g de farinha
125g de passas brancas
½ xícara de rum
QB de raspas de limão
1 colher (sopa) de fermento em pó

                                                 Imagens: Raquel Schuck

Modo de Preparo:
Aqueça o forno (180ºC).
Unte uma forma com manteiga e farinha.
Coloque o rum sobre as passas. Reserve.
Bata as claras em neve. Reserve.
Na bacia da batedeira coloque o açúcar, a manteiga e as gemas e bata até formar um creme fofo.
Coloque as passas sobre a peneira. Reserve.
Acrescente aos poucos a farinha e o rum sobre o creme e bata até incorporar.
Misture as raspas de limão, o fermento  e as claras em neve.
Por último as passas.
Leve para assar por 40 minutos ou faça o teste do palito.

- Cobertura:
Misture QB de açúcar de confeiteiro com QB de água, até formar uma pastinha e passe sobre o bolo. Enfeite com passas.


quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

SOBREMESA DE GELATINA


Ingredientes:
1 litro de iogurte de morango
2 caixinhas de gelatina de morango
2 caixas de creme de leite
QB de morangos para enfeitar (opcional)



Modo de Preparo:
Faça a gelatina como esta na caixa, espere esfriar e coloque no liquidificador junto com o iogurte e o creme de leite. Bata por 5 minutos e leve a geladeira. Coloque morangos pra enfeitar e esta pronta.

Observações: Coloquei numa forma de bolo untada com óleo e deixei na geladeira por 24 horas antes de desenformar.


terça-feira, 26 de janeiro de 2016

TORTA DE TOMATES E MANJERICÃO


Ingredientes:
3 ovos inteiros
3/4 de xícara de leite
200g de requeijão
1 maço de manjericão
QB de sal e pimenta do reino
300g de tomates sweet grape (se não tiver, pode ser com tomate cereja ou do comum em cubos mesmo)



Modo de Preparo:
Bata bem os ovos e adicione o leite, o requeijão e o manjericão. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto. (Fica bem líquido mesmo, o que vai dar a consistência são os ovos).
Despeje essa mistura em um refratário untado e jogue os tomatinhos por cima, pra ficarem boiando.
Leve ao forno pré-aquecido a 200º C e deixe por mais ou menos 30 minutos, ou até que esteja douradinho por fora e firme por dentro.


domingo, 24 de janeiro de 2016

CONHEÇA OS TIPOS DE SAL E SAIBA COMO USÁ-LOS

Diversos tipos de sal ganham as mesas dos brasileiros. Os produtos vão desde o tradicional marinho, passam pelo light e chegam aos gourmet, que dão um toque especial à comida preparada. Veja quais são os tipos do tempero e aprenda a usá-los:


- Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo.

- Flor de sal: esta é conhecida como uma das mais delicadas versões de sal. O ideal é acrescentá-lo após o preparo, quando o fogo já estiver desligado. Combina perfeitamente com carnes vermelhas, mas pode ser adicionado a qualquer prato, pois é capaz de realçar o sabor, sem fazer com que o alimento perca sua característica original. Esbanja quantidades de magnésio, iodo e potássio. É formado nas superfícies das salinas e, devido à ação do vento, adquire o aspecto de pequenos cristais. Apesar de produzido em diversos locais, o mais famoso é o da região de Guerande, norte da França.

- Sal rosa: as reservas do sal rosa estão localizadas principalmente no Peru, no Vale Sagrado dos Incas, onde existia um oceano, há mais de dois mil anos. A água salobra brota do subsolo em pequenas poças e, com a evaporação, dá origem aos cristais de tom rosado. Seus grãos têm um elevado índice de umidade, com uma aparência grudenta, além de um sabor forte. Está entre as opções com menor teor de sódio e é ideal para temperar peixes crus, frutos do mar e aves.

- Sal defumado: a aparência cinza revela um gosto levemente adocicado. Bastante produzido na França, lá o sal é defumado pela fumaça fria proveniente da queima de barris de carvalho usados no envelhecimento de vinho. Em alguns locais é produzido ao colocar o sal comum em contato com a fumaça da queima de uma madeira aromática, como carvalho ou cerejeira. É bastante versátil e combina com pratos vegetarianos, carnes, aves e peixes. Mas controle-se: tem quase a mesma quantidade de sódio do sal comum.

- Sal marinho: é considerado uma alternativa mais saudável que o sal refinado, que leva aditivos como o iodeto e agentes anti aglomerantes. O sal marinho é obtido pela evaporação da água do mar e seu conteúdo mineral lhe dá um sabor diferente do sal de mesa, que é obtido a partir de rochas. No Brasil, este é o tipo de sal mais comum e barato e é bastante produzido no Rio Grande do Norte.

- Sal negro: este tipo de sal também é conhecido como Kala Namak e é obtido em reservas naturais da região central da Índia. Além da cor ser totalmente diferente do sal tradicional, o sabor também não é nada comum e, para muitos, lembra o de gema de ovo. Sua textura é crocante e muito solúvel e, por isso, é ideal para ser adicionado aos molhos, saladas e massas.

- Sal rosa do Himalaia: este sal vindo da Ásia é um pouco mais caro que os outros sais importados. Este condimento é encontrado nos pés da montanha do Himalaia, uma região que já foi banhada por mar. O tom rosado se deve aos minerais presentes nele, como o ferro e o manganês. Como o sabor não é muito diferente, se mal usado pode se perder em meio aos ingredientes do prato. Carnes grelhadas, saladas com azeite e legumes na manteiga são boas opções para este sal. Porém, deve-se evitar as receitas com caldos, e, em carnes, deve ser aplicado na hora do preparo, já que tende a ressecar os alimentos porque atrai água.

- Sal líquido: este sal é obtido pela dissolução de sal marinho em água mineral. Tem sabor suave e pode ser adicionado a todos os alimentos, principalmente em saladas. Esta versão salga menos, mas tem menos sódio que os convencionais.

- Sal do Havaí: nesta região o sal é rosado. Rico em ferro, preserva o sabor ferroso de forma suave. Vai bem com molhos, saladas, vegetais e grelhados de carne vermelha. Seus grãos são maiores que os do sal comum. Entretanto, a quantidade de sódio é alta e deve ser consumido de forma moderada.

- Sal grosso: os cristais grandes preservam as propriedades dos alimentos e evitam o ressecamento. É usado principalmente em carnes que vão à churrasqueira e naquelas assadas em uma espécie de invólucro.

- Sal de aipo: o sal de aipo é basicamente o sal de mesa misturado com grãos de aipo secos e moídos. É utilizado para dar sabor em caldos e sopas.


sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

BOLO DE MAÇÃ INVERTIDO


Ingredientes:
- Para o fundo da forma:
11/2 xícara de açúcar
1 colher (sopa) de mel
1 colher (sopa) de água
2 maçãs em fatias
QB de canela em pó

Modo de Preparo:
Numa panela, coloque  o açúcar, o mel e a água e deixe derreter, até virar uma calda mais claro que caramelo. Espalhe bem esta calda no fundo de numa forma de 25x30cm ou redonda de 24cm.
Espalhe as fatias de maçãs sobre a calda e salpique um pouco de canela por cima e reserve. Acenda o forno a 180º C.



Ingredientes:
- Para a Massa:
4 ovos
2 xícaras (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de óleo 
1 xícara (chá) de suco de laranja
1 colher (chá  de essência de baunilha ou raspas de meia fava
3 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de Preparo:
Numa tigela vá batendo os ovos, o açúcar, o óleo, o suco de laranja, a baunilha, a farinha e por último o fermento.
Despeje a massa na forma, sobre as maçãs carameladas. Leve ao forno preaquecido por mais ou menos 35 minutos, ou faça o teste do palito.
Desligue o forno e espere 10 minutos para virar o bolo.


Super Ofertas para você!