sábado, 27 de agosto de 2016

GELATINA DE MORANGOS COM PUDIM DE CHOCOLATE

Você pode optar em fazer a sobremesa diet, substituindo os ingredientes.

Ingredientes:
-Para a gelatina:
1 pacote de gelatina sabor morango
300ml de água fervente
300ml de suco de laranja
QB de morangos divididos ao meio

-Para o Pudim de Chocolate:
1 pacote de pudim de chocolate
½ litro de leite

Modo de Preparo:
- Gelatina:
Numa refratária dissolva a gelatina na água fervente e acrescente o suco de laranja.
Coloque na geladeira e quando começar a endurecer, acrescente os morangos e leve novamente a gelar.

- Pudim de Chocolate:
Prepare o pudim, conforme instruções do fabricante.
Assim que estiver frio, coloque delicadamente sobre a gelatina.
Sirva gelado.



quinta-feira, 25 de agosto de 2016

BERINJELA GRELHADA COM MOLHO MEDITERRÂNEO E CUSCUZ MARROQUINO


Autor: Panelinha

- Para o Cuscuz Marroquino :
Ingredientes:
1 xícara (chá) de cuscuz marroquino
1 xícara (chá) de caldo de laranja (cerca de 2 laranjas-baía)
1 colher (sopa) de azeite
1 colher (chá) de sal

Modo de Preparo:
1. Numa tigela média, coloque o cuscuz marroquino e tempere com o azeite e o sal. Antes de espremer as laranjas, reserve 1 tira da casca para utilizar no molho.

2. Coe o caldo de laranja sobre uma jarra de vidro e leve para aquecer no micro-ondas por cerca de 1 minuto - não deixe ferver para não amargar. Regue o cuscuz com o caldo, misture e tampe com um prato para abafar. Deixe hidratar por cerca de 5 minutos. Solte os grãos com um garfo e reserve.




- Para a Berinjela:
Ingredientes:
1 berinjela
1 lata de tomate pelado em cubos
1 pimentão vermelho
1/2 cebola picada
1 dente de alho picado
1/4 de xícara (chá) de água
1/4 de xícara (chá) de uvas-passas brancas
2 colheres (sopa) de azeite
1/2 colher (chá) de páprica defumada
1 folha de louro
1 tira de casca de laranja
1/4 de xícara (chá) de amendoim torrado, sem casca e sem sal, picado
QB de sal e pimenta-do-reino moída na hora

Modo de Preparo:
1. Lave, descarte as pontas e corte a berinjela em 8 rodelas grossas, de cerca de 2 cm. Transfira para uma tigela, junte 1 colher (sopa) de sal e cubra com água. Misture bem e tampe com um prato fundo - assim todas as rodelas ficam imersas. Deixe a berinjela de molho enquanto prepara os outros ingredientes - a água com sal ajuda a diminuir o amargor do legume.

2. Descasque e pique fino a cebola e o alho. Lave, descarte as sementes e corte o pimentão em cubinhos.

3. Leve ao fogo médio uma frigideira com borda alta. Quando aquecer, regue com 1 colher (sopa) de azeite e junte a cebola e o pimentão picados. Tempere com uma pitada de sal e refogue por cerca de 4 minutos até murchar bem.

4. Adicione o alho, a folha de louro, a páprica defumada e mexa por 1 minuto apenas para perfumar. Junte o tomate pelado (com o líquido), a água, a casca de laranja e as uvas-passas. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto e misture bem. Diminua o fogo e deixe cozinhar, em fogo baixo, por cerca de 15 minutos até encorpar - mexa de vez em quando para não queimar no fundo.

5. Enquanto o molho cozinha, escorra a água das berinjelas. Coloque as rodelas sobre um pano de prato limpo e seque bem.

6. Leve ao fogo médio uma bistequeira (ou frigideira antiaderente). Quando estiver bem quente, regue com ½ colher (sopa) de azeite e adicione as rodelas de berinjela. Deixe por cerca de 5 minutos até ficar bem dourada. Regue as fatias com mais ½ colher (sopa) de azeite e vire com uma pinça para dourar o outro lado por igual.

7. Transfira as berinjelas douradas para uma travessa. Desligue o fogo e transfira o molho para uma tigela.

8. Para montar os pratos: coloque algumas colheradas de cuscuz marroquino, disponha duas fatias de berinjela e cubra com o molho. Salpique com amendoim picado e sirva a seguir.


terça-feira, 23 de agosto de 2016

CHIPS DE BATATA DOCE


Ingredientes:
4 batatas doces descascadas
2 colheres(sopa) de óleo
QB de sal e pimenta

Modo de Preparo:
Corte a batata-doce em fatias bem finas.
Deixe de molho em água com algumas pedras de gelo por 10 minutos, escorra e seque com papel absorvente.
Pincele as fatias de batata com óleo e coloque-as em uma forma grande.
Leve ao forno alto, preaquecido, por 35 minutos ou até dourar, virando na metade do tempo.
Polvilhe com sal, pimenta e sirva.


domingo, 21 de agosto de 2016

ALIMENTOS LIGHT, DIET, ZERO, FIT: Saiba qual é a diferença de uma vez por todas.



Atualmente, é possível encontrar diversos alimentos nas prateleiras dos mercados que prometem ser mais benéficos a sua saúde.

Todavia, muitas vezes as palavras diet, light, zero, dentre outras, acabam sendo usadas livremente pelos produtores – sendo que a maioria dos consumidores desconhece seus verdadeiros significados, o que gera muitas dúvidas, principalmente naquelas pessoas que seguem alguma dieta

Já falamos anteriormente sobre os alimentos denominados orgânicos, agora é hora de abordar outras denominações. Então, vamos a elas: 

Alimentos Light


Alimentos light são aqueles que tem uma quantidade mínima de 25% reduzida de algum nutriente – açúcar, gordura total ou saturada, sódio ou valor energético (calorias)  -, quando comparado ao produto convencional da mesma marca.

No caso de a marca não possuir o produto convencional, os 25% devem ser calculados com base na média dos produtos convencionais disponíveis para venda.

Nem sempre foi assim, antigamente o termo “light” podia ser usado menos rigorosamente – a regra atual entrou em vigor no inicio de 2014.

Alimentos Diet


São alimentos voltados para pessoas com restrições alimentares, como por exemplo os diabéticos (que não devem ingerir muito açúcar) ou celíacos (isto é, pessoas com intolerância ao glúten). Estes alimentos são isentos de açúcar, proteínas, glúten, gorduras OU algum outro nutriente, e não necessariamente contém menos calorias.

Um caso comum é dos produtos diet que possuem mais gorduras do que a versão original, pois é uma alternativa para as indústrias criarem uma versão relativamente fiel a um alimento doce, por exemplo, ao mesmo tempo que reduzem seu açúcar.

Por isso, é importante ficar atento às opções diet porque apenas a presença desta palavra na embalagem não as faz necessariamente melhores para quem quer emagrecer.

O Senhor Tanquinho recomenda: saiba sempre as informações corretas sobre o produto olhando em sua tabela nutricional.

Alimentos Zero (ou 0%)


São produtos com “zero” (faz sentido, não?) de algum nutriente, como açúcar, gordura, ou sódio.

O público alvo são pessoas que desejam emagrecer, ou que estejam em dietas com alguma restrição alimentar – por exemplo, um alimento Zero Açúcar pode ser consumido por diabéticos.

Alguns dos itens que podemos encontrar são Zero Calorias, Zero Gorduras ou Zero Sódio, então 
preste atenção para saber o que exatamente você está comprando.

Também podemos destacar os alimentos zero glúten e zero lactose que são versão sem esses dois alimentos feitas especialmente para pessoas com doença celíaca ou intolerância láctea.

Alimentos Fonte de…, e Alto Conteúdo


Para que um alimento possa usar essa denominação de “fonte de”, ele deve possuir concentrações mínimas do nutriente em questão.

Por exemplo, no caso do ômega 3, o alimento deve apresentar pelo menos 300 mg (miligramas) de ácido alfa-linolênico, ou mínimo de 40 mg da soma de EPA e DHA (subtipos de ômega 3).

Já para um alimento poder declarar “Alto Conteúdo”, no caso do mesmo nutriente, ele deve conter pelo menos o dobro das concentrações de um alimento “fonte de” ômega 3.

Já no caso de vitaminas e minerais, a regra é que, para alimentos “fonte de”, a porção deve conter pelo menos 15% da ingestão diária recomendada e, para alimentos com “alto conteúdo”, o dobro disso.

Mas afinal… o que é um alimento fit?


Acabamos de analisar todas as principais variedades de alimentos para emagrecer exploradas comercialmente: diet, light, zero, rico em nutrientes, etc.

No entanto, o que dizer dos alimentos ditos fit? Porque, indo ao mercado, encontramos diversos alimentos com a palavra “fit” estampada em seus rótulos. Afinal, o que essa palavra quer dizer?

E a verdade é que, diferentemente das outras palavras que abordamos (como light ou diet ou zero), a palavra fit não quer dizer absolutamente nada.

Isto é, ela não está contemplada na classificação do ministério da saúde, mas sim é utilizada pelas principais marcas comerciais para promover os alimentos que elas julgam ser mais saudáveis. 
Geralmente, essa classificação fit é utilizada em pães e massas integrais, por se acreditar que esses alimentos possuam menor índice glicêmico.

Entretanto, como a classificação de alimento fit pode ser usada livremente pelas indústrias, sugerimos que fique atento para não comprar alimentos que sejam apenas puro marketing.

A sugestão do Senhor Tanquinho, então, é que você foque em comer comida de verdade e apenas complemente ocasionalmente com alimentos mais processados.

Desse modo, sua saúde estará sempre em dia, sem que você precise ler rótulos exaustivamente.

“Nossa, Senhor Tanquinho… mas são tantas denominações!”


São mesmo, leitor! E isso porque nem abordamos os critérios para “aumentado” em relação a proteínas, “não contém” para gorduras totais e saturadas, “sem adição de açúcar”…

A lista é grande, e não temos a intenção de fazer deste um post imenso e inconclusivo sobre o assunto.

Até porque, essas denominações são baseadas numa norma, promulgada no final de 2012, e que entrou definitivamente em vigor em janeiro deste ano (2014) – conforme você pode conferir aqui.

Consideramos essa resolução da Anvisa um grande avanço, por regulamentar melhor  o que os fabricantes podem (e também o que não podem!) colocar nas embalagens como informação nutricional*.

Mas gostaríamos de salientar que, assim como qualquer outra lei ou decreto, esta atual também é passível de mudanças.

Sendo assim, o que realmente queremos que você aprenda com este post (e o Senhor Tanquinho espera que você extraia essa lição) é a importância de ler as tabelas nutricionais e aprender sobre nutrição.

Se apenas um leitor entender isso e assumir para si a responsabilidade de fazer escolhas conscientes sobre a própria alimentação, este post já terá valido a pena ser escrito. Afinal, o conhecimento é seu mais importante aliado na busca de um corpo melhor!


*Por exemplo, houve denúncias de alguns salgadinhos (bombas calóricas, cheias de carboidratos vazios e abusando do sódio) que colocavam, em suas embalagens, “não contém colesterol”.

Todavia, o colesterol é um composto encontrado em quantidades relevantes apenas em alimentos de origem animal.

Desse modo, eles advertiam um suposto benefício do alimento como algo especial de sua marca, e não como uma característica inerente ao alimento. Esse tipo de abuso foi coibido com a nova legislação.





sexta-feira, 19 de agosto de 2016

RECEITA DE BANANA COM CEREAIS


por Kelly Miyazato

Ingredientes:
1 colher (sopa) de açúcar mascavo
10g de aveia em flocos
10g de castanha do Brasil triturada
10g de gergelim
2 bananas-nanicas
2 colheres (sopa) de mel



Modo de Preparo:
Em uma tigela funda, junte o açúcar mascavo, a aveia, a castanha do Brasil e o gergelim. Misture bem e reserve. Corte as bananas ao meio, espalhe o mel sobre elas e empane-as com a farofa nutritiva que estava reservada. Unte uma assadeira pequena com margarina, acomode o preparo e leve ao forno preaquecido a 180°C por dez minutos. Ao retirar, regue com mel e sirva a seguir.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

ARROZ ORIENTAL

                                          Imagem: Helena Schuck
Ingredientes:
200g camarão médio
1 cebola picada
QB de pimentão verde e vermelho
2 cenouras raladas
QB de brócolis picado
3 colheres (sopa) de shoyo
1 1/2 xícara de arroz parboilizado   
3 ovos

Modo de Preparo:
Coloque óleo na panela wok.
Frite na sequência a cebola, o brócolis, a cenoura, os pimentões, depois segue fritando o camarão.
À parte cozinhe 1 1/2 xícara de arroz parboilizado (pode ser integral também). Depois que o arroz tiver pronto, acrescente este ao restante dos ingredientes fritos na panela wok.
Misture os ingredientes e deixe um espaço no meio da panela para acrescentar 3 ovos batidos e vai mexendo até os ovos cozinharem (como ovo mexido). Assim que os ovos estiverem no ponto, mexa todos os ingredientes na panela e acrescente 3 colheres de sopa de shoyo.  

Observação: coloque o sal só no preparo do arroz.

Receita enviada por Helena Schuck

Não consegui a fonte

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

BOLINHO FITNESS DE BATATA DOCE


Ingredientes:
2 batatas doce grandes picadas e cozidas
1/2 Kg de peito de frango desfiado e temperado
QB de farinha de mandioca temperada ou fubá, para empanar.



Modo de Preparo:
Faça um purê com as batatas.
Misture o purê com o frango desfiado e temperado e faça bolinhas.
Empane essas bolinhas em farinha de mandioca temperada ou fubá.
Você pode: assar ou congelar.
Depois de congeladas elas podem ser retiradas do freezer a qualquer momento para assar. É só colocar na forma, pré-aquecer o forno e deixar por uns 20 minutinhos.



domingo, 14 de agosto de 2016

FELIZ DIA DOS PAIS!

“Existe algo ilimitado no amor de um pai, algo que não pode falhar, algo no qual acreditar mesmo que seja contra o mundo inteiro. Nos dias da nossa infância, gostamos de pensar que nosso pai tudo pode; mais tarde, acreditaremos que seu amor pode compreender tudo.” (Frederick Faber)


Um Feliz e Abençoado Dia a todos os Pais!!

sábado, 13 de agosto de 2016

DOCE DE LIMA-DA-PÉRSIA


Ingredientes:
2000 gramas de União Doçúcar
1500 mililitros de água
10 laranjas-lima de tamanho médio e de casca grossa



Modo de Preparo:
Raspe as cascas das laranjas retirando apenas a parte amarela.
Coloque-as em uma vasilha, cobrindo-as com água. Deixe-as assim durante 24 horas, renovando a água quatro a cinco vezes por dia.
Antes de encerrar às 24 horas, prepare uma calda fina com 700g do DOÇÚCAR e água. Reserve.
Despreze a água, e faça um buraquinho em cada lima, no lugar do cabo, para retirar as sementes sem danificar a polpa.
Coloque as limas, então, numa panela grande sem sobrepo-las, e cubra com a calda já fria.
Leve ao fogo para ferver um pouco, com a panela tampada.
Retire a tampa e mantenha a fervura por cerca de 1 hora em fogo baixo.
No dia seguinte, adicione o DOÇÚCAR restante e deixe ferver lentamente até que as limas estejam ligeiramente transparentes e a calda espessa.


quinta-feira, 11 de agosto de 2016

BRIGADEIRO INDIANO


Ingredientes:
- Para a Massa:
1 lata de leite condensado
100g de chocolate ao leite
1 colher (sobremesa) de manteiga extra sem sal
20 cardamomos descascados e esmagados
7 cravos da índia

- Para Confeitar:
100g de chocolate ao leite ralado
QB de cravos da índia
QB de forminhas



Modo de Preparo:
Coloque todos os ingredientes para o preparo da massa, com exceção do cravo da índia, numa panela. Mexa em fogo baixo, até soltar do fundo da panela em seguida, desligue o fogo.
Misture o cravo da índia (7 unidades).
Coloque o brigadeiro pronto em uma tigela limpa até que esfrie.
Unte a mão com manteiga e enrole em bolinhas em tamanhos uniformes. Vá retirando os 7 cravos misturados na massa conforme vai enrolando. Passe no chocolate ao leite ralado e coloque nas forminhas.
Enfeite cada com um cravo em cima e bom apetite!

Fonte: http://blog.shoptime.com.br/as-melhores-receitas/?p=2802

Super Ofertas para você!